Benditas Palavras Bem Ditas: Pantufa

domingo, novembro 30

Pantufa






Dos meus grandes presentes de 2014.





Era uma tarde de sábado quando ela me abordou em frente ao meu prédio. Seu  carinho nas minhas pernas e miado insistente eram mais que fome e sede. Eram um pedido de socorro.

Abandonada, magra, fraca, seu estado deplorável e sua história reviraram meu coração do avesso. Eu achava que não tinha espaço para cuidar dela, pois já tenho dois. Não consegui lar temporário... Fui me virando! Adaptando lugar, remédios, comidas especiais, vermífugos, vitaminas, muita limpeza...

Há três meses essa menina renascia. E foi quando eu descobri que se há espaço no coração, aqui fora a gente dá um jeito. Na primeira consulta, mal, não tinha sangue suficiente para um exame. Eu estava partida ao meio. Como alguém abandona um bicho na rua porque o seu dono morreu?

Horários de remédios e comida se encaixaram entre meus compromissos diários. Sua reabilitação foi muito séria. Logo ela completou 3 quilos, lentamente seus ossos deixaram de aparecer, os olhos graúdos e pelos longos ganharam brilho. A dignidade e o bom trato de volta. Nesse tempo todo ela me ensinando a ser paciente, firme nos meus propósitos e ter fé. Sempre. 

A chamo diariamente de "minha luz do dia" quando a pego no colo e, desde que chegou aqui, ela responde com seu motorzinho ligado e cabecinha encostada na minha. Às vezes gostaria de saber o seu nome, mas aí concluo que aquela gata, que foi abandonada, não existe mais. Pantufa foi resgatada no dia 30 de agosto. Desde lá o meu coração vem agradecendo a bela oportunidade de praticar o amor. Tks, God.



LêF.





4 comentários:

Jason Jr. disse...

Pantufa é um nome gostosinho para uma gata. 😀

JuliaF disse...

Que lindo, Le1
Mais uma filha!!!


Beijos, Julia Foz

Liza Leal disse...

Tocante e belo.
Mais ainda qdo descobrimos o qto é bom doar o melhor de nós.

bjão
Saúde pra Pantufa e vc.
=)

Carlos Henrique disse...

gateira!!!


Hehe