Benditas Palavras Bem Ditas: MAIS

segunda-feira, maio 12

MAIS








diego






me distraí, aí
levaram.

levaram, não.
roubaram.

afanaram minha'lma.
não chamei polícia.
não fiz ocorrência.

fiquei sem perícia.
desacreditei a decência.

sofri:
vai eleger a concorrência?

rumei
sem direção, fome,
querer bem, sem sizo.
olhar duro.
só um nome, sem riso.

mas feito magia,
eis o momento:

cheia de talento,
com coragem e rebeldia
minh'alma decidiu
não ficar lá mais
um só dia.
 
num vacilo do vigia
espertalhão,
fugiu sem nenhum arranhão
e pra mim voltou
voando...

tanto que ela é mais
feliz comigo.


lêf.





 

9 comentários:

Felipe Sanches disse...

Quanto mais alma, mais tua.

Chris Eldridge disse...

A calma da alma.
http://dancinofdays.blogspot.com.br/

Celso Mendes disse...

E não há melhor lugar para ela: nossa alma em nossa palma. Pode se conectar, partilhar, mas não pode ser de mais ninguém. Adorei o poema, Lê. Beijo.

Brisa disse...

Lindo...

BRASIL BLOG disse...

Alma é sempre fiel!

meus instantes e momentos disse...

bonito...

Nina disse...

Às vezes eu também fico assim: sem alma.
E dói tanto!
Belo escrito.

Beijos,
Blog | Youtube

JuliaF disse...

Vigia espertalhão se deu mal!!!
Rsrsrs

Mô Amorim disse...

porque pra ser alma há de se ter algum talento... gostei muito!