Benditas Palavras Bem Ditas: Goladas.

quinta-feira, março 22

Goladas.







"[...] tem marcas nos joelhos porque
de pequena já dava larga
preferência às goladas na vida."







Elle Moss






Acha que nunca vai estar pronta, aos moldes do que uma mulher acaba se tornando com o passar do tempo, e isso contraditoriamente a deixa segura, dando pulinhos silenciosos por dentro. Aprender e ser toda ouvidos, olhos e coração ao novo é o que a exime da 'culpa' por assumir um compromisso com a sua liberdade - vai sempre ter uma prateleira vazia na estante dela, e isso encanta você. O aprendiz se agarra nos sonhos, vibra com cheiros, música boa, coisas pequenas que se mexem e olhos de gato. Ela se reconhece impertencida e incompleta daqui até muito tempo - e gosta disso -, se sabe a postos do que pode vir e não tem nome; do que pode ter nome e mudar de repente. Ela é à beira de buscas, seja numa viagem fora da cidade ou no caminho pro trabalho, e isso te faz sorrir. 



Lê Fernand's








8 comentários:

Adriana Polo.Demais pra minha Cabeça. disse...

lINDO!

mfc disse...

Um texto que dá importância ao que realmente é importante e que realmente nos pode fazer sorrir!

Mônica disse...

Fernads
Lindo texto
E sobre a frase. adorei!

Ana Andreolli disse...

e esse seu jeito e ornar os textos e as imagens, lindo!

Cynthia Osório disse...

"sempre uma prateleira vazia" lado bom do não ser!

Lê Fernand's disse...

adriana, obrigada! :D






mfc,
as pequenas coisas verdadeiras! rs

Lê Fernand's disse...

aninha,
obrigada! =)







mônica,
fico feliz que tenha gostado!

Lê Fernand's disse...

cynthia,
do descompromisso. =)