Benditas Palavras Bem Ditas: Maldição dos cristais.

domingo, janeiro 29

Maldição dos cristais.









via web







O tempo, obediente, a esvaziou. Sobrou nada de saudade e um restinho de amor, velho, com gosto de mofo, que guarda junto com um cinzeiro e uma lata antiga. No rosto, o sorriso deu lugar a uma boca quase sempre calada. O coração cheio de espaço, ecos de algumas vozes distantes. Conformou-se ao vazio. Sua preocupação é com os olhos: grandes, que roubaram a beleza do mundo e, em troca, o mundo afanou suas lágrimas, como se estivessem à deriva num mar de sal. Junta as mãos e pede como em uma prece: 'Chorem, derramem ao menos uma gota! Não quero a maldição de carregar um par de duros e graúdos cristais, que só servem para reluzir'.

Fernand's







20 comentários:

Patrícia Rocha disse...

Adorei...
Também gostaria de viver assim!

Boa semana! =)
Beijo grande!

Fernand's disse...

ai...
confesso que eu não, pati. prefiro a lotação e o engarrafamento de emoções dentro de mim. sem falar em poder chorar. sempre. pela dor, pela felicidade. ah, e na tpm tbm! rsrsrs

um bj, querida.

Michele disse...

Fernand´s

Achei o texto fantástico, mas o teu comentário acima foi sensacional! Também gosto de viver assim: à flor da pele!!!

Um beijo

Sahara Higino disse...

Moça,
como já sabes; estou a segui-la.
E me encanta cada linha sua, são
sempre bem-vindas.

E esta prosa descreveu-me em
tempo real. Tempo presente.
Arrancaste-me de mim, lacrimejo.
Pois, os olhos secos; não choram
mais.

Um abraço.

Felipe Sanches disse...

Tantas lágrimas: tão salgadas que, por vezes, frutos de tão amargos motivos, de água tornam-se sal - cristal.

Xandy Britto disse...

Ai ai... como gosto deste espaço. :) Visitada! XB

Mônica disse...

Lindo poema mas me deu uma dor nao sei porque
com amizade e carinhod e MOnica

Bianca Fernandes disse...

Que belas palavras, Fernand's. Você tem o dom de escrever, e expressar com belas palavras.
Adoro o blog.

Ana Andreolli disse...

ai ai ai...não faz assim comigo.
meu coração nao aguenta, vc escreve numa sintonia comigo, bixo.

Nara disse...

Suas palavras sao maravilhosas! Sempre me encanto!

Edilson Cravo disse...

Sempre maravilhoso vir aqui e ler estas pérolas.
Beijooos e linda semana.

NDORETTO disse...

SEU BLOG É UM LUXO!!!!
((((( ADORO ! ))))


BEIJOS
NEUSA

mfc disse...

A história de uma vida que se foi esvaziando como tantas outras!!
É a nossa sina...!

Fernand's disse...

mfc,
e vc sempre captando direitinho o que eu digo!

=)







ndoretto,
obrigada! :D

Fernand's disse...

edilson,
vc é um doce, querido. obrigada!







narinha,
feliz em ouvir isso de vc.

Fernand's disse...

ana,
dizem que o universo atrai... rsrs






bianca,
obrigada.

Fernand's disse...

mônica,
essa prosa tem um quê de dor mesmo...






xandy, querido,
seja sempre bem vindo. bj meu.

Fernand's disse...

felipe,
às vezes não são lágrimas que rolam; pedregulhos. nada como o tempo. =)

ah, adoro tuas palavras! bj.

Fernand's disse...

sahara,
agradeço o carinho. descubra suas lágrimas dentro... elas te tornarão viva. um bj meu.








michele,
não abro mão disso! :D

Vitalina de Assis. disse...

Hola!

Seria mesmo uma maldição não poder chorar de vez em quando, de quando em vez, sempre que transbordar.

Sem lágrimas que reguem, tudo murcha, envelhece.

Então eu choro, quando quero e quando não quero, se elas querem fluir, espero.

Bjs.