Benditas Palavras Bem Ditas: No ar.

sexta-feira, julho 1

No ar.









sam haskins










Com o objeto ainda nas mãos, já dando o sinal de ocupado, ela era toda felicidade em volta daqueles olhos arregalados, afogados que se derramavam, e daquela boca rasgada por um sorriso que parecia querer engolir tudo que se mexesse à sua frente. Seu coração estava na dúvida entre explodir ou cumprir seu ofício de bater normalmente. Ao deixar o assento, não notou que seus pés não tocavam mais o chão e que suas pernas começaram a dançar no ar a melodia de cada palavra que ouviu naquela ligação.

Fernand's






41 comentários:

Ana Andreolli disse...

uia, e gostei da imagem!!

bom fim de semana!

=)

Aleatoriamente disse...

Muito bom.
Belo poema.

Beijinho.
Fernanda

olhar disse...

adoro te ler...

aqui te lendo...lendo...lendo...

beijo querida!

Lindo final de semana para você!

Bia

Liza Leal disse...

Uau!
Quem não queria o coração c/essa dúvida!? rs

bj de luz
=)

Sabrina Nunes disse...

ótimas palavras fluíram durante essa ligação! beijos :*

Dil Santos disse...

Oi Nand's, olha a intimidade, kkkkkk
Menina, adorei, achei super graciosas suas palavras, rs.
Ah menina, com toda certeza. A vida a medida que se segue, faz com que mudemos com ela e cicatrizemos nossas feridas.
Bjo menina

Alexandre Fernandes disse...

O amor nos move de uma maneira inacreditável. É delicioso quando sentimos flutuar diante desta sensação que nos promove paz e prazer.

Bonito querida. É o amor puramente no ar, ecoando sua sinfonia doce.

Beijo!

mfc disse...

Há acordes musicais que têm o condão de nos transformarem e nos fazerem esquecer tudo, criando uma atmosfera de irreal felicidade que nos toma inteiramente!

Crista disse...

\o/

Mulher Vã disse...

Em poucas [e benditas] palavras, voce soube transformar em poesia uma simples [?] conversa no telefone. Vi tudo, o sorriso querendo engolir o mundo os olhos transbordando e por ultimo pés flutuando, dançando sem notar.

Reverencio seu dom. Saudade disso.

Beijos.


Cafundó disse...

Um telefonema feliz: que belo enredo!
Como sempre um lindo poema!
Beijo!

Nara disse...

Mais que lindo. Intenso.

Acho que as palavras têm que ser assim mesmo: intensas.

'Lara Mello disse...

Amiga, vc sabe me dizer como se chama uma série de vampiro que se passa em uma escola, tem uma menina que é a principal e tanto o bom como o mal se apaixona por ela.. Uma amiga me indicou e eu não sei qual é, como vc sabe de tudo \o/ Me ajuda ai! ^^

Fernand's disse...

vampiros??? vc perguntou pra pessoa errada, larinha. não faz o meu estilo esse tipo de produção... já te disse, estou muito longe de saber de tudo. nem quero... acho que saber de tudo rouba a graça de viver! rsrsrs

bjs.

Ana Vicente disse...

Hoje, eu to assim... poderia ter escrito!!!rs
BJs

Fred Caju disse...

Delicadeza é ponto forte aqui!

Cynthia Osório disse...

Não se sabe o que ela ouviu mas certamente quem falou foi a voz da felicidade!

Insana disse...

Que deliciaaa...

bjs Insana

Vanessa Carvalho. disse...

Envolvente texto. Belo.

Ma. disse...

Adorei!

'Lara Mello disse...

Oi, Fêr.. Me perdoa, não era para vc não é que meu computador deu pau na hora e não deu para eu apagar, me desculpa mesmo, tô sem pc agora :(

Eu amei a foto! ^^

Thaís. disse...

É lindo, Fer. E dá uma vontade imensa de sorrir e voar, junto com você.

:*

Edilson Cravo disse...

Desculpe por minha ausência mas já tô me redimindo (acabei de ler os outros textos bacanérrimos que escreveu).
Linda semana.Beijooooos lindona.

Jéssica Trabuco disse...

como é que você consegue fazer isso? passar tanta magia em suas palavras?
Adoro seus textos!
Parabéns.

ps: já me vi, diversas vezes como ela.

deia.s disse...

Quanta euforia, não?
Queria eu saber mais sobre esta ligação uh

:)

Drisph disse...

Olá, vim convidá-la a dar uma espiada em meu livro, O VOO DA ESTIRPE no site http://www.clubedeautores.com.br/book/47750--O_voo_da_estirpe
Um romance contemporâneo cheio de surpresas e emoções.
Aproveitando para divulgar os sorteios mensais de meus livros em meu blog entre os meus seguidores. Basta seguir. Dia 10/07, será o sorteio do livro O SEGREDO DE EVA http://www.clubedeautores.com.br/book/47135--O_segredo_de_Eva
um grande abraço, vamos em frente!
Adriana

cecilia disse...

Uau, quanta sincronização no seu texto. Parabéns fico muito bom!
"Seu coração estava na dúvida entre explodir ou cumprir seu ofício de bater normalmente" Essa frase eu vou até repassar (:
Beijo e ótima semana

ღ Sensitivity ღ disse...

Apaixonante. Você conseguiu passar a sensação muito boa nessas palavras. Você escreve divinamente.

Alysson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alysson disse...

Adorei a delicadeza com a qual você tratou esse ato tão banal e que, ao mesmo tempo, veio com tanto sentimento.
Belas palavras! Um forte Abraço.

Guilherme disse...

Bom quando o corpo se separa e se divide e se irradia entre pés que lhes faltam chão, coração que dança, mãos que tremem, pele que toca, cabeça de vento...

Gaúcho disse...

E aquela vontade de não mais sentir o chão? As emoções, todas elas, são vasoconstritoras. Deixa o coração livre!

Abraços do amigo Gaúcho.

Van disse...

Felicidade faz flutuar

Beijos Fernand's

- cleber eldridge disse...

Excelente excelente mesmo!

- cleber eldridge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Márcia Cobar disse...

Hum, que lindo poema. Bela imagem também!

Natalia Campos disse...

Lindo...muito lindo. Adoro a forma como você escreve. Parabéns, Fer. Gostei mesmo! Beijos.

Au revoir.

Flá Costa * disse...

ô mulher, que blog mais lindo - e poderoso - o seu.

lindo!

Raquel Amarante disse...

Me lembrou o conto "Êxtase" de Katherine Mansfield... Adorei!

Vanessa Souza Moraes disse...

sentidos em suspenso.

Sentimental ♥ disse...

essa dança é muuuito gostosa.