Benditas Palavras Bem Ditas: Não.

segunda-feira, julho 4

Não.









via web







"Não me poupe dos teus olhos, a trilha para minha alma.

Não me poupe da tua boca, ela me faz sorrir com o corpo todo.

Não me poupe da tua risada, o tapete vermelho para minha alegria.

Não me poupe do teu corpo, é onde visto todos os meus póros com liberdade.

Não me poupe dos teus dedos, eles desvendam meus cantos mais secretos.

Não me poupe do teu sexo, só assim não tenho medo de morrer porque renasço no mesmo instante.

Não me poupe do teu sono, é quando nos protegemos dos nossos próprios sonhos.

Não me poupe da tua música, é onde sou verso em poesia.

Não me poupe da tua partida, na solidão me reconheço.

Não me poupe da tua ausência, só assim consigo descobrir que cor tem os olhos da saudade.

Não me poupe da distância, quero me ver capaz de suportar os dentes afiados da falta, que mastigam o estômago de quem ama".


Fernand's








45 comentários:

Mônica disse...

Não me poupe da saudade...
Eu tenho muitas saudades e sei a cor que que é a falta que nos faz.
Pessoas que se foram e que estão dentro da gente.
Lindo esta ultima parte
com carinho Monica.

Sabrina Nunes disse...

perfeito!

Raquel Amarante disse...

Não me poupe das suas palavras benditas...
Lindo poema!

Natalia Campos disse...

Não me poupe de suas belas palavras, por favor! Linda Fer, parabéns. Você é uma escritora maravilhosa. Suas palavras além de doces, são melódicas. Cantam aos meus ouvidos e possuem um aroma tão gostoso! Beijos. Au revoir.

Gisa disse...

Tua poesia me encanta.
Um grande bj

Verô. disse...

Ser e estar com o outro...

Ana.K disse...

Não poupe os detalhes, os gestos, os momentos, não poupe e vida, não poupe a nós!

Wanderley Elian Lima disse...

Realmente a saudade tem dentes afiados, que dilacera nosso estomago e coração.
Bjux

Maria Célia disse...

Olá, boa noite
Belíssimas palavras.
Não me poupe do teu sorriso e do teu olhar, eles são tudo pra mim.
Bjos

Aleatoriamente disse...

Boa noite querida.
Vim te ler.
Sorver poesia.
Tão lindo teu poema.

Beijinho.
Fernanda

@Francisquices disse...

Adorei,

Não se poupar, acredito que deva ser isso mesmo... Não se poupar da vida, do amor, da existência.


:)

Nara Sales disse...

Belíssimo.

Você, Fernanda, não nos poupe de tuas singelas palavras.

Etiene disse...

não poupar ... ahh como eu queria que alguem poupasse a vontade que sinto de vê-lo e abraça-lo

Amanda Arrais disse...

Faço das palavras da Natálias as minhas! Parabéns, menina! Essas tuas palavras tão mais que encantadoras, tão divinas.


=*

Anônimo disse...

Fe,vc se propoe aos inverso das sensações.Àquilo
que se sente na pele.
Palmas para vc, minahspoetiza.

Elisa T. Campos disse...

Não me poupe da tua música,é onde sou verso em poesia.
Lindo.

Débora Cecília disse...

lindo!

Celso Mendes disse...

não poupo estes meus olhos
que o tempo insiste em cegar
afinal, pra que servem-me os poros?


Curiosamente tentava escrever um poema começando assim hoje, mas desisti por falta de tempo e inspiração. então faço de conta que te respondo...rs

lindo, Lê!

beijo.

Nara disse...

É como se me tivesse poupado a vida.

Ana Morais disse...

Não me poupe da saudade que teu espaço me causa.

George Dantas disse...

É quando a gente diz: Com você eu quero o tudo e o nada! E que nada venha a tirar o tudo que emana de ti!

Bjão!!!

Liza Leal disse...

A distância mastiga o estômago e arranha a Alma.

=)
bjo de luz,
linda!

Dan disse...

parece um texto meu melhorado. rs
:D

'Lara Mello disse...

Vivo compartilhando seus textos lá no Reader, adoro muito esse blog! ^^

Mensagem Efêmera disse...

SU-BLI-ME

Carolina disse...

Moça,

desconfio que tenha sido a coisa mais linda que li nos últimos tempos... Brilhou meu dia, essa sua poesia!

Um beijo.
:)

Felipe Sanches disse...

"Sabor" - Latim [SAPOR], relacionado ao verbo SAPERE, que tanto queria dizer “ter gosto, sentir gosto”, como “compreender, saber”.

Thay Negrão disse...

Lindo!!

Não me poupe de suas palavras, pois elas são fontes de enriquecimento...

Beijos !!!!!!

Confissões de uma borboleta disse...

Não deixe de externar tamanho sentimento...Beijos

Déborah Arruda. disse...

Se ao redor do não, houvesse sempre algo que nos fortalecesse assim, seria mais fácil não aguardar pelo sim.
Mas nesse caso, que não sejamos poupadas de nada disso.
Lindo!

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Adorei seu blog...
Amei tudo que li por aqui...
Voltarei sempre que puder...
Se quiser, dá uma passadinha no meu também...
Quem sabe não gosta e fica (segue)...

HTTP://cristalssp.blogspot.com

Beijos
Ani

gabs. disse...

"Só me poupe da partida,da solidão e da saudade"

Palavras Vagabundas disse...

"Não me poupe da tua ausência,só assim consigo descobrir que cor tem os olhos da saudade."
Lindo, lindo!
Não me poupe de tua poesia!
bjs
Jussara

Az.) disse...

nao me poupe de nada, tudo faz falta, faz a diferença. lindo ;*

Ana Agarriberri disse...

Nossa! Teu espaço é muito bonito, parabéns. E obrigada pela presença lá no Molhe-se, bom voltar e logo ler posts tão lindos.

Beejo,beejo. =)

Maíra K. disse...

Não me poupe da tua presença, porque é por ela que estou aqui.
Não me poupe do teu amor, porque é nele que me inspiro.

=)

mfc disse...

De quem amamos... só queremos tudo!
Só... tudo!

Izabela Cosenza disse...

lindo.

SєиhσяiTα Fαbby* disse...

Simplesmente amei!
é perfeito, vim retribuir a visita e convida-la a volta sempre, estou seguindo se quiser, me segue!
beijokas

Sentimental ♥ disse...

o não nunca foi tão positivo...

Luis Eme disse...

uma lindeza, sem poupanças.

Flávia R. disse...

Nunca tinha visto alguém querer o que faz sofrer
e mostrar o quanto isso é positivo!

Flávia R. disse...

Nunca tinha visto alguém querer o que faz sofrer
e mostrar o quanto isso é positivo!

Flávia R. disse...

Nunca tinha visto alguém querer o que faz sofrer
e mostrar o quanto isso é positivo!

Cynthia Osório disse...

não me poupe de nós, perto ou longe, sim ou não.