Benditas Palavras Bem Ditas: Ética imoral.

sexta-feira, junho 10

Ética imoral.



NOTÍCIA:

Irlan, assassino (confesso) do estudante da USP, se apresentou à polícia ontem e vai responder em liberdade por latrocínio (roubo seguido de morte). Em seu depoimento, o "gente boa" disse que fez "por necessidade" e afirmou que o tiro foi dado pelo comparsa (sei!), de quem não quis revelar o nome.

Em entrevista, seu advogado reiterou a atitude de seu cliente: "Uma regra de quem é do crime: nunca entrega parceiro(...) Todo bandido tem ética".








COMO ASSIM? Essa banalidade é perversa demais, fez por necessidade? Não podemos achar isso normal. Me pergunto até quando o sistema de leis continuará nos tratando como animais. E por falar em animal, o que me impressiona na declaração desse advogado(zinho) não é o descaramento, é sua aleijada capacidade de argumentação plausível e criativa.

A melhor parte dessa história é eu ainda conseguir me admirar com a mediocridade humana.

Fernand's




patricia metola







 


36 comentários:

mEU mundiNho LOUcO disse...

Excelente postagem.........aliás, todas são.

Ótimo final de semana.

Milene Lima disse...

Antes havia uma certa disfarçatez em se admitir certas bizarrices, agora não... Pode se dizer tudo e pra todas as atitudes há de se ter uma justificativa "ética" ou legal.

Sei não aonde vai parar a humanidade nesse caminhar insano e medíocre, com foi muito bem dito por você.

Gosto demais das tuas palavras.
Beijo.

Fernand's disse...

milene,
essa banalidade e senso comum que são dados à certas coisas muito me assustam. tenho medo do ser humano. por isso gosto de gente. poucos! rs

é muito bom vê-la por aqui. =)
bjs.







mundinho,
obrigada.

Rafael Castellar das Neves disse...

hahahahaha....muito boa!!

Fernand's disse...

boa? boa pra quem?
desculpe, rafael, vc acha isso engraçado???

Lobo disse...

Eu já nem me admiro mais. Não duvido que o ser humano seja capaz de tudo, até dos maiores absurdos. Só acho que inversão tem limite. E quem tem "ética" também tem uma outra coisinha chamada "moral" e não mata assim por banalidade.

Guilherme disse...

Mediocridade abundante ressalta delícias das Almas bonitas, que rareiam...

Fernand's disse...

guilherme,
cutuca suas inquietações ao menos... rsrs






lobo,
é isso aí... falo da pasmaceira do advogado tbm. um pulha!

eva mooer disse...

Fernanda......o mundo está mesmo complicado.Ensinamos nossos filhos a serem honestos e o que eles aprendem na tv por nossos lideres políticos é o contrário....vantagens e mais vantagens....roubar dá certo e vc fica bem.....e vemos os assassinos serem protegidos por uma lei que perdeu significado e nos sentimos escravos dela....Ninguém tem poder de mudá-la.....estamos sujeitos a ela por mais injusta que seja....como é difícil engolir tudo isso e ter que continuar lutando pela justiça.......abraços pra vc fernanda

Fernand's disse...

oi, eva.
se deixarmos, o sistema nos engolirá mesmo... felizmente vejo uma luz hoje, as redes socias têm uma força gigantesca. se formos conscientes, brigaremos pelos nossos direitos e reconhecimento civil. é botar a boca no trombone, ou melhor, os dedos no teclado! rsrs abçs pra vc tbm, querida.

On The Rocks disse...

não vale a pena se estressar com essas coisas. a justiça no brasil é falha e não tem jeito, baby.

bj

Fernand's disse...

on the rocks,
e por isso temos que nos conformar, cruzar os braços e achar normal uns matarem os outros como se fosse parte do dia a dia? desculpe, mas eu faço parte de um grupo que ainda se admira com a perversidade dos homens. somos sujos e corrompíveis se quisermos, pervesos igualmente. eu não vejo isso como normalidade, principalmente quando é com alguém próximo de mim.

talvez algumas pessoas achem normal certas atrocidades, porque a lei não "funciona" mesmo, porque nunca sentiram na pele a dor de uma injustiça, descaso do estado ou a falta de punição.

eu sou do tipo que se surpreende se vir uma pessoa sendo assaltada ou morta perto de mim... sinto muito por quem atingiu tamanha frieza, a de achar normal.

mfc disse...

É triste este descaramento e esta impunidade que protegem quem comete crimes deste tipo.

Nara Sales disse...

Fecho os olhos e ao abrir, adivinha: hipocrisia. A situação é revoltante. Ouvir alguém dizer que MATOU outra pessoa por NECESSIDADE é totalmente inaceitável!

Nara Sales disse...

Fecho os olhos e ao abrir, adivinha: hipocrisia. A situação é revoltante. Ouvir alguém dizer que MATOU outra pessoa por NECESSIDADE é totalmente inaceitável!

'Lara Mello disse...

Palmas para a melhor escritora crética desse país, estava com saudades! :)

Sônia Brandão disse...

Não sei quem é mais perigoso e desprezivel, se o criminoso ou seu advogado. Os dois me assustam e me enojam.

bjs

Bbel disse...

Sem esquecer que ele, o advogado-zinho, fez questão de ressaltar que em todas as "profissões" têm ética. A gente escuta e fica se perguntando: ouvi direito?
É, agora está sacramentada que ser bandido é profissão neste país, pelo menos na descarada opinião de advogados. No plural mesmo, porque deve exitir outros que pensem da mesma forma.

Bem, eu também faço coro com você, porque faço parte desse lado que não se conforma com coisas dessa natureza.

Cheiros meus,

Maíra K. disse...

Olha, eu estudo isso e pretendo trabalhar com isso. E o que eu posso te dizer é que existem criminosos de todos os tipos, inclusive, o que matam por prazer, necessidade. Isso é bem maior que o próprio ser humano. Existem aqueles que matam "apenas" por serem sangue-frios, pessoas ruins. Isso é a sociedade. Nunca teremos uma paz plena. O problema é bem mais em baixo. Precisamos de mais eficiência na educação, no sistema de saúde, no sistema carcerário (eu já fui em um presídio várias vezes e eu vi com meus próprios olhos que ninguém pode se ressocializar ali. Ali tem gente presa há mais de 5 anos porque roubou um pote e manteiga pra alimentar os filhos.) Enfim, o nosso país precisa de inúmeras melhorias. Um crime não acontece porque simplesmente acontece. Por trás de tudo isso, existe um MUNDO de fatores. E por mais RUIM que a pessoa seja, ela tem direito a defesa. É um direito garantido na constituição. Mesmo sabendo-se que ela deveria (e vai) ser presa de qualquer jeito. E não há lei alguma que vá consertar a sociedade. Nem tudo se resolve com leis. Tanto isso que existem inúmeros casos que só se resolveria apenas com a Constituição Federal e com o respeito mútuo. Mas todo mundo quer MAIS leis. Leis inúteis.

Luana Almeida disse...

Tornou-se normalidade tudo isso.
Sem falar que a pessoa mata-se de estudar para agir assim.
E o diploma, comprou onde?

Flores!

Peônia disse...

Uma das coisas que me revoltam nesse país é essa permissividade!
Dá asco.

Beijos!
Obrigada pela visista!

Gisley Scott disse...

Não sei dizer quem é mais bandido na história...Se é o meliante ou se é o advogado dele,rs...

Luis Hohmann disse...

Os advogados de hoje tem a capacidade e criatividade de contornar situações e transforma um obvio culpado em inocente.
Nossas leis sao erradas, aliás, está tudo errado no nosso país.

Mensagem Efêmera disse...

Repulsivo. Inaceitável.

Fernand's disse...

mensagem,
super.





luís,
não há como torná-lo inocente, repulsivo é vê-lo defender uma atitude marginal... =O

Fernand's disse...

gisley,
tudo farinha do mesmo saco! rsrs







peônia,
mal disseminado.

Fernand's disse...

maíra,
o grande problema é a base educacional que muito se perde hoje e deveria ser sumariamente valorizada. com exceção, claro, dos que nascem com a natureza ruim. educação e outros bens primordiais, enquanto não estiverem nas regras ou forem vitais, a população brasileira viverá entre dicotomias e contradições. infelizmente.

sei perfeitamente que nunca haverá uma paz total, mas continuarei a me indignar com a banalidade da vida, bem como a banalidade de discurso e valores, como fez o defensor desse assassino, que merece um julgamento e responder PRESO, mas seu advogado não deveria compactuar com o crime. direitos constitucionais são bens cumuns, entretanto, bens comuns devem ser reformulados igualmente, eu não faço questão de um carro blindado, aliás, não posso pagar por isso, sendo assim, o estado deveria me garantir segurança, certo? a teoria é linda. não falo de novas leis, reformular as que já existem é uma boa solução.

ainda assim, continuo fazendo a minha parte, agindo com gentileza com o meu próximo e tentando sempre fazer o bem. se todos fizéssemos esse pouquinho, já seria um bom começo!

=)

Fernand's disse...

bbel,
eu tive a mesma reação de manhã cedo, no bom dia brasil: ouvi direito??? vergonhoso...







sônia,
concordo.

Fernand's disse...

lara,
ops, a melhor? cadê? rsrs
que nada, linda, só falei o que penso. rs








nara, contra valores total...

Fernand's disse...

mfc,
descaramento que dá nojo!

Franciellen :) disse...

Isso é tão ridículo que parece uma piada de mal gosto. E ainda tem gente que critica "pequenas ações" que vem acontecendo, como marchas, protestos, ou mesmo posts sobre qualquer assunto que seja... Um absurdo existir gente que se contenta com "as coisas são assim" ¬¬

Heat disse...

Triste isso.

Nem estou eloquente para comentar.
Maldita enxaqueca.

Mas gosto mto de vir aqui.

Guilherme disse...

"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho..."

(Mário Quintana)

Menina no Sotão disse...

O que me preocupa mesmo é que eu já não me surpreendo com mais nada.

bacio

Kalinipuri disse...

Sabe Lê, essa semana um advogado disse na minha cara:

Eu estava lá e eu vi!

Só que quem estava era eu e eu sei que ele não estava presente faz muito tempo.

E ele me acusou de estar chamando ele de mentiroso para denegrir a imagem dele...

... cara de pau demais... meu sangue ferveu.
Como pode uma pessoa agir assim?

Desilude a gente que há em mim...

Sentimental ♥ disse...

Por essas e outras eu acho q pena de morte é pouco.