Benditas Palavras Bem Ditas: Sabe?

domingo, abril 17

Sabe?







luringa




(...)

Sabe aquilo que rasga o coração ao meio com dedos compridos e firmes ou com milimétricos cortes cirúrgicos, sangrentos e reveladores, para mostrar como é o seu interior, como ele bate com o outro lá dentro, como é o som dele quando não se quer ouvir mais nada?

Depois de tanto tempo, uns 40 anos, jurava já ter visto e sentido de tudo: paixão, arrebates, arremates, dores e remendos. Nada. Tudo cócegas e rabiscos. Nenhuma me deixou em chamas, em chagas como ela. Voltei a ser menino. Cheguei a deitar-me agonizante no chão, encolhido como se fosse um bebê no útero da mãe. Sabe aquela dor que dá vontade de morrer de tanta saudade? Essa. Uma dor que eu descobri ter que sentir para renascer, deve ser como parir. Só ela me deu isso. Ela, a bela das minhas vidas, dos meus sonhos acordado. Aquela quem bebi, engoli e libertei para esse amor. 

Não sabia que sentí-lo nos faz abrir mão, claro, eu não o conhecia. Ele nos resgata e nos revela. É dela, é pra ela todos os meus maiores desejos. Porque por ela despi-me da vaidade, da vergonha e do medo.

O amor não tem moral.
Que ótimo. Eu também não tenho. Assim reconheci-me nele, aprendi com ele. E com ela.


(...)


Fernand's









_____________________________________________________

Inspirado na peça "Uma informação sobre a banalidade do amor", sobre o romance "às escondidas" que durou décadas entre a cientista política judia Hanna Arendt e o filósofo alemão Martin Heidegger, anos 20. Lindamente encenada por Antonio Abujamra e Tatiana de Marca. Super indico!





55 comentários:

Raquel Amarante disse...

Adorei Nanda!!
Sem moralismos, no abismo que é o amor...

нєllєи Cαяoliиє disse...

e é bem por aí mesmo,sem moralidade pra esse tal amor aí...
Gostei Fernanda :)
Beijos e uma ótima semana pra ti!

Sandrio cândido. disse...

O amor não tem moral?
porque?

mesmo assim seu texto está maravilhosamente escrito.
beijos

Poeta69 disse...

O amor não tem moral mesmo, ele é o tabu na forma de tanto, que nos deixa o medo a flor da pele e nos faz abrir mão de tudo e de todos...
Eu tenho um amor assim sem moral, por "ele" eu atravessei um mundo beijei a boca dela e me divorciei no minuto seguinte...

Beijo

OceanoAzul.Sonhos disse...

O amor muitas vezes, resgata-nos, revela-nos, sem dúvida.
Magnifico texto.
oa.s

Fernand's disse...

sandrio,
NÃO TER MORAL É SER AMORAL, REFERENTE A CONJUNTO DE REGRAS E COSTUMES, DESCONHECER A NECESSIDADE DE. DIZER QUE O AMOR NÃO TEM MORAL NADA TEM A VER COM IMORALIDADE, QUE REFERE-SE A ULTRAJE E DESRESPEITO.

GRATA.

Sandrio cândido. disse...

Que o amor não tem regras eu concordo contigo.
finalmente concordamos em algo.
rsrs
beijos

Fernand's disse...

é sobre isso que eu falo (e a peça também).

Patrícia Gonçalves disse...

Nanda, pra mim o amor é assim também, e espero com todo fervor sempre senti-lo novamente.

bjs

Anônimo disse...

Sei que é um risco, mas ainda quero
sentir-me assim um dia.
Lindo, fer.

Suzana Martins disse...

É apenas amor...

Lindo, lindo Lê!!

Beijos querida!!^^

teca disse...

Caramba! Que mágico!
O amor verdadeiro é isso! É tudo isso! Engole tudo! Experimenta tudo!

Valeu a visita, menina!
Um beijo imenso!

Bbel disse...

Encanta-me como as palavras brotam aqui. Parece brincadeira em um tobogã, os olhos deslizam e a mente pega embalo no escorrego. E quando termina a gente quer começar tudo de novo. Sem cansar.

Cheiros meus,
Bel

Joakim Antonio disse...

E continuo aprendendo!

Show, parabéns!

Beijo e ótima semna!

Poeta del Cielo disse...

O Amor e unico e quando se sente o que ele produce e unico e inconparavel.... belissimas letras sentimento en su maxima expresao....

saludos amiga
abracos
otima semana

Renata Oliveira :D disse...

Sei.

O Árabe disse...

Com ele aprendemos. Todos os dias. :) Boa semana, ótimo texto!

Maria Gabriela disse...

"O amor não tem moral. que ótimo. eu tbm não tenho" haha

Alicia disse...

Amor al.

Lindo.

Sheman disse...

Sempre tem algo novo pra se sentir. Nem que seja uma dor que faça vc chorar e se desesperar! Só de pensar em muitas coisas que ainda sentirei, fico feliz e ao mesmo tempo com medo. Mas acho que isso é a vida né?!
;x

Lunna disse...

Me fez lembrar a minha história vivida ao longo desses últimos oito anos ou mais, ou menos. Não sei. O tempo se ausenta de mim constantemente.
Fiquei a imaginar a peça depois de saborear o seu texto e lá veio os delírios de palco com cadeira no centro e um ator desfilando seu talento. ai ai ai ai
Preciso voltar a mim. rs
bacio

Cafundó disse...

Isso, um amor visceral...
Que belo texto, dá vontade de sentir junto.

Adonai disse...

Que super parabéns merece, achei maravilhoso.

" Ele nos resgata e nos revela." Expõe, deixa a mostra..
E nisso tudo, acho que sobra mais um pouco que escorre pelos lados.

Realmente, adorei o texto.

Indy. disse...

óbvio que 'super indica'... É maravilhoso! Só pelo seu post deu vontade de ver mais...

Tenha uma ótima semana, Fer
Beijo =]

Edu disse...

Amor tem que ser assim mesmo! Eu só acrescentaria algumas doses de paixão!

Adorei o blog Fê! Visitarei sempre!

Bejo!

BRASIL BLOG disse...

"A bela das minhas vidas,
dos meus sonhos acordado"

Lindo. Manter uma relação clandestina
durante anos tem que ter muito amor
sem dúvida. Amores são diferentes, mas
há um que é único: duradouro independente da relação. Único!
Adorei, Fernanda.

É Fernanda seu nome?

Andréia B. Borba disse...

Que lindo!
Realmente, é na amoralidade que os sentimentos intensos se concretizam...

regras, costumes e afins são todos impostos pela sociedade. O amor é livre. Voa para onde quer...
Bjs minha querida, Déia.

Dan disse...

hmm. hoje to cético!

A. Tavares disse...

Amei a última frase, nos identificamos com aquelas coisas que parecem com a gente ..
se ele não tem moral.. pessoas que não tem tambem gostam dele.
Depende do ponto de vista de cada um, e eu concordo muito com o teu!

Agostinho Lopes disse...

Como dizia nosso poeta maior, Drummond, "Amor é amor a nada. Feliz e forte em sim mesmo".

Então de fato, o amor não tem moral e nem tampouco é amoral ou imoral, suponho. Ele, ainda segundo o poeta, "foge a dicionários e a regulamentos vários" e ainda "porque amor não se troca, não se conjuga nem se ama". Daí, né...


Pois é, querida Fernanda. Comentando agora, seu comentário, os chefs também pensam, amam, sofrem, sorriem... Orgulho é algo que não se leva para o túmulo, portanto não tem valor. Só serei algo se eu conseguir que as pessoas também sejam algo. Tento ser assim, apesar de minhas limitações humanas.

Beijo!

Silene Neves disse...

Olá Querida!

Vim agradecer sua visita! Sei que vc não segue meu blog... mas não sabes como sua passagem por lá mudaram as coisas e os fatos!

Seu comentário foi como um balde de água fria sabe!? Daqueles! Vc tbm deve saber que as palavras salvam ou matam as pessoas!

Há muito tempo venho tentando um caminho para me livrar dessa dor angustiante de anos. Desse amor já sem sentido e propósito.

Dessa agonia que me adoece e me consome a cada dia. E nessa tentativa... depois de muitas outras... me deparei com suas palavras a dizerem tudo... e aí eu descobri aonde estou errando! Prendendo essa pessoa em minha vida, na minha mente, nos meus dias, na minha alma!

Bom... se alguém te perguntar um dia se vc já salvou alguém! Diga que sim! Esse alguém sou eu! Pra sempre minha gratidão!

Depois de ler... de um "spam" nesse comentário por favor. Desnecessário deixar isso em seu blog.

Beijos e carinhos

Sil

Maria Marluce disse...

O amor clandestino é muito mais gostoso. Obrigada pela tua visita. Adorei teu espaço. Estou seguindo. Boa semana, querida.

Por que você faz poema? disse...

O amor é amoral,
e eu, que nunca tive moral nessa vida, continuarei vivendo
sem saber o que é o amor.

angelezinha disse...

este bloguinho é delicioso...
os teus posts são como as cerejas, depois de provar a primeira vem a proxima e mais outra, outra...

Fernanda Arruda disse...

o amor possui seu próprio adjetivo dentro dele.

bela reflexão :)

Carlos Henrique disse...

O amor é único e amoral.
Concordo contigo.

Débora Pretti disse...

Lindo!

Fernand's disse...

débora,
=)






ch,
há vários, mas só aquele é aquele. rsrs

Fernand's disse...

fernanda,
por isso ele é a maior patente.






angelezinha,
bloguinho de cereja... rsrs bem vinda.

Fernand's disse...

fernanda,
por isso ele é a maior patente.






angelezinha,
bloguinho de cereja... rsrs bem vinda.

Fernand's disse...

poema,
poxa, que pena.






maria,
só a palavra já incita! rsrs
bem vinda.

Fernand's disse...

sil,
fico muito feliz por ter feito depretenciosamente algo de bom pra vc... já falei o que penso sobre isso. escolha, está nas suas mãos. teu carinho foi muito especial hoje. obrigada. bj meu.







agostinho,
eu não estava falando de vc, não!

Fernand's disse...

tavares,
há regras que são comuns e pertinentes a todos, mas há regras desnecessárias a certas pessoas e isso não as torna imorais, ou seja, ser amoral não é crime, bem como o amor, que não obedece regras e é muito peculiar a cada um de nós. =)






dan,
ahhh, entendi. vela e uma reza braba! =)

Fernand's disse...

andréia,
viva a liberdade do amor.





brasil,
muito amor, paciência e coragem. =)

Fernand's disse...

edu,
ehhh, mas uma relação clandestina deve ser banhada de paixão, senão, sem lógica! rs
seja bem vindo.

Fernand's disse...

indy,
é uma linda peça mesmo. quando puder, assista.






adonai,
um amor assim transborda.
obrigada, querido.

Fernand's disse...

cafundó,
o melhor! =)







lunna,
cointinue a sonhar, é tão bom! =)

Fernand's disse...

sheman,
não tenha medo... viva tudo com unhas e dentes! te amo.






alicia,
=)

Fernand's disse...

maria,
=)






o árabe,
sem dúvida!

Fernand's disse...

renata,
será que sabe mesmo? =)







poeta,
único.

Fernand's disse...

joakim,
dois!






bebel,
que lindo... venha sempre brincar! =)

Fernand's disse...

teca,
isos mesmo: mágico e tudo!






su,
é grandiosamente amor.

Fernand's disse...

patrícia,
com o corpo e alma!

Sentimental ♥ disse...

a gente sempre pensa q sabe tudo, q já viveu tudo, mas sempre há alguma coisa de diferente pra acontecer e mudar tudo. rs

Fernand's disse...

sentimental,
e quando é um amor, tudo se transforma mesmo...