Benditas Palavras Bem Ditas: Só mais um dia.

terça-feira, abril 5

Só mais um dia.




"Canibais de nós mesmos
Antes que a terra nos coma
Cem gramas, sem dramas"
Cazuza





violynn




Hoje é mais um dia. Mais uma dia em que eu pau sa da men te te a mo. Antes era insano, a gente mal tinha fôlego, dois embolados num sôfrego. Éramos duas drogas, chapados um do outro. A gente queria uma absurdez. Hoje é amor de ex viciado: um dia de cada vez. E não estamos à míngua. É um amor alheio e próprio. Salvamos o gosto da língua, a lembrança é nosso ópio.

Passávamos dias sem comida, a gente se alimentava da gente e se comia em grandes pedaços mastigados, acabávamos os dois engasgados. Hoje é amor que dá fome até de madrugada, levanto e vou comer pra não sonhar contigo mal humorada. Hoje é um amor em conta gotas, é banho de canequinha, sem enxurrada. Consertamos a torneira, não é mais água descontrolada.

A gente se bebia numa só virada, escorria pelos cantos. Éramos excesso, prato principal, exceção. Hoje é só mais um dia, só mais uma. Uma do se len ta por dia. Hoje pinga e me preenche. Hoje gota e me surpreende. Um brinde à placidez, co(r)pos e um gole, um trago de embriaguez.



Trago(te) pra sempre.

Fernand's




43 comentários:

Dan disse...

amor maduro, seguro. Dá gosto de ver e sede de beber!

não consegui comentar os outros posts. foi proposital?

bjo

Andressa disse...

tb não conseguir comentar no outro post. D:
achei lindo, e realmente o amor sempre está acima de tudo.

-
E esse texto se resume em um amor muito bem resolvido e vivido.
Lindo!

Poeta da Colina disse...

Amor é um pouco de tudo, incluindo a liberdade de não estar.

Fernand's disse...

SENHORAS E SENHORES,

RAROS SÃO SO POSTS COM CITAÇÕES ALHEIAS
QUE ESTÃO ABERTOS PARA COMENTÁRIOS.


=)

Franck disse...

Tim-Tim... Um brinde as suas letras! Estive um pouco ausente, mas voltei!
Bjs*

Carlos Henrique disse...

Um amor viciante e viciado.
Ávidos de dois que se devoram
quando se encontram.

Lindo, fernanda.
Bjs do C.H.

Edilson Cravo disse...

Eita mulé arretada genti...rs.
Adorei. Adoro sempre. Beijooos.

BRASIL BLOG disse...

Um privilégio alcançar a serenidade
após o furor do vício.

Lindo texto.

RosaMaria disse...

Mais uma dose...
É claro que eu tô afim!

Viciante como Cazuza...

Beijos!

Jéssica Trabuco disse...

Agora é o amor controlado, que já passou por toda a agonia da paixão desvairada e encontra a maturidade.
É mais consciente e talvez mais gostoso.

Raquel Amarante disse...

É o momento em que o fogo do amor arde sem se ver...

Seu eu-lírico o torna mais belo!

Jão disse...

Essa Abstinencia que passa
dependencia controlada
ainda preciso de ti
mais preciso mais ainda
de mim


Muito bom texto moça

Beijos!

Sandrio cândido. disse...

Gostei.
beijos

Suzana Martins disse...

Mais um gole, porque eu me recuso a usar qualquer palavra!!!

Lindo!!!

Beijos

Teofilo Ottoni disse...

Nada como amadurecer (n)o amor.
Lindo o texto.
Beijos,
Teo

Sentimental ♥ disse...

só.

Lobo disse...

Amor assim, dosado, um dia de cada vez... geralmente nesses que as menores coisas se tornam as maiores surpresas...

Beijo Fer!

Celso Mendes disse...

texto intenso, poético, canibal. viajo sempre na tua escrita.

eu brindo: tim tim!

beijo

Serginho Tavares disse...

assim você me mata com estes posts menina!
fiquei sem ar!

beijos

deia.s disse...

Seu blog é magnífico!
Deixo selo pra ti no meu cantinho:
http://amar-go.blogspot.com/

Um beijo e bom dia, flor =)

Miriane Fernandes disse...

Isso que é amor.
E quão lindo e magnífico ele é.

- Kiss.

Marinha disse...

Um brinde a quem vive mesmo na placidez a plenitude da vida.
Bjo

нєllєи Cαяoliиє disse...

Pede duas doses por favor!
Lindo Post,profundo e intensas palavras
Beijoss!

Agostinho Lopes disse...

Lembrei-me de Cazuza:

"Eu quero a sorte de um amor tranquilo, com sabor de fruta mordida..."

Profundo e intenso teu post! Salta aos olhos!

Anônimo disse...

Admiro seu auto controle. Amar aos poucos
é para poucos.
Bjs, fer

George Dantas disse...

Amor em medida! Comedido!

Mt bom!!

Bjao!!!

César Dias. disse...

Que lindo Fernand's , adorei, muito intenso. sempre estarei por aqui.

Tem novidades no meu espaço

http://freesante.blogspot.com/

Beijos

Júlia Zuza disse...

Eu li até a última letra. Amor é a bebida, a embriaguez, a ressaca e as lembranças boas- ruins ao mesmo tempo.

Fiquei um bom tempinho sem vir aqui e vi que perdi muita coisa. Espero sobre o encontro de blogueiros, hein?

bj

Carlos Henrique disse...

Li de novo aqui: adoro o ritmo desse texto!!!

Carlos Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernand's disse...

obrigada, ch.






jú,
o amor é indispensável.

Fernand's disse...

césar,
=)




george,
comedido... rs

Fernand's disse...

anônimo,
é só um texto... rsrs






agostinho,
foi feito ao som dessa música! =)

Fernand's disse...

hellen,
olha que o amor é uma bebida forte!!! rs






marinha,
vários brindes.

Fernand's disse...

miriane,
é superlativo! :D







deia,
obrigada, linda.

Fernand's disse...

serginho,
adorei! hahaha






celso,
cheers! :D

Fernand's disse...

lobo,
a criatividade é um tempero fundamental!





sentimental,
=)

Fernand's disse...

teo,
verdade!





su,
quero um gole tbm! rs

Fernand's disse...

sandrio,
ok.







jão,
escolhi a mim tbm.

Fernand's disse...

raquel,
pega fogo.






jéssica,
quando é amor mesmo, a gente se despe de orgulho, posse ou qualquer vício de sentimentos.

Fernand's disse...

rosa,
não há como recusar! rs






brasil, ô!

Fernand's disse...

edilson,
obrigada, querido! =)





ch,
traduziu! hahahahahaha






franck,
seja bem vindo de volta.