Benditas Palavras Bem Ditas: Mais

terça-feira, março 29

Mais




Clique meu.





ABRO ASPAS



[subitamente
me distraí e aí]

levaram.
levaram, não.
roubaram.
afanaram minha'lma.

[não chamei
a polícia]

vaguei sem ponteiro, sem direção.
sem fome, querer bem, sem sizo.
olhar vazio.
rosto duro, sem riso.

com coragem e rebeldia
minha'lma decidiu
não ficar lá mais um só dia.
num vacilo do vigia espertalhão,
fugiu sem nenhum arranhão
e voltou voando pra mim...
tanto que ela é mais feliz comigo.



FECHO-AS.PAS




Fernand's





- Foto: Festa Pão e Circo.
Mais aqui: Flickr.




 

27 comentários:

нєllєи Cαяoliиє disse...

Vaguei dias,sem ponteiro sem direção.

Eu vivo vagando assim também!rs
Lindo Lindo!Amei
Beijos

Jéssica Trabuco disse...

Esses ladrões de almas são os piores.
Você tem um jeito muito bacana de escrever, gosto muito!

Leonardo B. disse...

[dos relógios sem ponteiros recolhem-se as melhores horas, as incertas horas que nos acompanham todo o passo, nem adiantado, nem atrasado... acontecem]

um abraço,

Leonardo B.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Não distraías, para a alma não levarem... muito custa ficar sem riso e direcção.

bj
OA.S

Miriane Fernandes disse...

Passando aqui bem rapidinho.
Tudo está um correria, mas estou aqui sempre.

Beijos!

Sandrio cândido. disse...

Estranhamente belo.

Suzana Martins disse...

E levaram as minhas palavras, deixando apenas o barulho do silêncio.

Triste, porém perfeito Fê!!!

Beijos

CIELLO disse...

a que nos pertence para sempre será nosso mesmo qdo em pensamento deixamos de ser nós mesmos!

bjo grande.

CARLA STOPA disse...

Lindo isso...grande beijo.

Letícia Nunes disse...

Alma em fuga! Livre, leve e solta!
Esperta em quase impossíveis reformas!

Beijinhos amiga

Gaúcho disse...

Que lindo, Fê! Há que se ter atenção nas suas metáforas e licenças poéticas para entendê-la melhor. A alma da gente é indivisível e a não presença dela junto ao corpo significa a morte. E acho que é disso que seu poema fala: sobre as muitas formas de se morrer em vida. Uma delas, certamente, quando tentam nos tirar a alegria, através do sofrimento, do desapego, da falta de amor.

Mas você sabe, nossas almas buscam sempre as afinidades. É hora de voltar a viver, pois o mundo tem muitas estradas para se trilhar!

Abraços do Gaúcho.

Michele P. disse...

Viver sem ponteiro nem relógio... que sensação boa!

Aplausos poéticos!

Bjs

Leo disse...

Lindo poema.

deixo-te o meu riso.

Sentimental ♥ disse...

não demora muito e elas sempre voltam...

Anônimo disse...

A pena para esse crime é ficar sem vc e sua alma.
Bjs mianh poetiza.

Carlos Henrique disse...

Uma alma conhece o seu lugar,
ela jamais te abandonaria.

Forte, apesar do humor.
Bjs do C.H.

Fernand's disse...

hellen,
deve ser agoniante um pouco, não?






jéssica,
mas as almas são fieis, voltam para seus corpos. rsrs
obrigada, querida.
eu tbm gosto muito do jeito que vc escreve.

Fernand's disse...

leonardo,
fieis e companheiras incertezas. rs
seja bem vindo.







oa,
deve ser aterrorizante ficar sem alma mesmo.

Fernand's disse...

miriane,
tem dias que deveríamos ter uns 6 pulmões. rsrs





sandrio,
obrigada.

Fernand's disse...

suzana,
há manifestaçõs que não precisam de tradução mesmo...
obrigada, linda.

Fernand's disse...

ciello,
em pensamento e por vezes em atitudes.







carla,
=)

Fernand's disse...

letícia,
livre, leve e solta de volta ao seu porto seguro.






gaúcho,
falo da morte que sofremos a cada dia... morremos um pouco sempre. mas às vezes mergulhamos de cabeça nessa cova e ficamso vagando, especialmente quando nos fazem sofrer, nos machucam ou sacaneiam. essa a pior morte, ficamos zumbis. é preciso olhos bem abertos e bons cliques para voltarmos ao mundo real, renascermos com força total... um gde bj, querido.

Fernand's disse...

michele,
e pés descaços... rsrs






leo,
obrigada, querido.

Fernand's disse...

anônimo,
almas têm vontade própria. não adianta roubá-las se não querem ficar em outro lugar. elas sabem o caminho de volta.






ch,
concordo contigo.

Ítalo do Valle disse...

Nunca roubaram minha alma
Já roubaram meu coração
Meus pensamentos
E até o meu bom senso já levaram.

Mas se um dia ela quiser ir passear
E ver o mundo
Que vá e me leve junto!

Um grande abraço

Carlos Henrique disse...

Nem a minha. Só meu coração e eu pedi de volta! Rs

Fernand's disse...

ítalo,
perfeito! adorei, querido.





ch,
e devolveram?