Benditas Palavras Bem Ditas: Cadê meus óculos?

segunda-feira, setembro 13

Cadê meus óculos?


Pandora69


"Onde está escrito que tudo é perfeito o tempo todo? Não, isso aqui não é disneilândia. Os opostos existem para todos. Real life, baby! O que eu tenho? Sei lá o nome. Uma porra que incomoda tanto quanto essas cortinas abertas. Pronto, fechei! Problemas, problemas. A cabeça tá fervilhando. Resolver agora? Primeiro vou me descabelar e cair no choro. Se eu choro? Choro até a baba cair pela boca e depois eu rio na frente do espelho, porque minha cara fica horrível! Que se foda, eu tenho problemas e quem não os têm? Ah, meu amigo, não venha dizer que há quem esteja passando por coisas piores. Eu sei disso, mas não posso resolver os deles, nem eles os meus, então, cada um com seu cada um. Acabei de lembrar que tenho um compromisso - que merda, todo mundo vai ver meus olhos inchados e meu nariz de palhaço. Que se foda também! Óculos escuros são o melhor disfarce, se alguém perguntar, falo com uma voz anasalada: é gripe e ainda tusso. Antes de sair vou deixar guardada a minha aporrinhação em uma caixa. Pra quê? Catalogo tudo: aporrinhações, paixões, desamores, chifres, desaforos, vitórias, trecos grandes, pequenos, roliços, meus etecéteras. Chega de intimidade. Falei demais, você faz muitas perguntas. Tô atrasada. Pára de me olhar. Cadê os meus óculos?"


Fernand's
21.04.2010




Trecho de uma personagem (normal). rs





13 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Nunca lembro onde deixei meus óculos.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Óculos não apenas ocultam nossa dor do mundo, ocultam a dor do mundo da gente... conserva.a.dor pra quando tirarmos e as pudermos encarar... :/

Fernand's disse...

Poema,
eu tbm nunca lembro, mas perder as coisas é comigo mesmo! rsrs Seja bem vindo.







Francisco,
com certeza, encaro de frente. Às vezes nem sei como consigo! rsrs

Bjs pra ti.

Ah, amo óculos escuros.

Cor de Rosa e Carvão disse...

Quer saber? "Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima". Força na peruca Fernand's. Beijo no teu coração

Fernand's disse...

Oi, lindona...
É só uma personagem! rsrs

Ela encontrou a solução, não era nada grave... Talvez um dia eu continue e história aqui. Bjs

Teofilo Ottoni disse...

Fernand's querida,
Óculos sempre aconteceu e funcionou como uma armadilha de meu grande amigo Raulito.
Aliás, "óculos" é plural?
Lembra do "quem não tem colírio usa óculos escuros...".
Ele sempre almoçava em casa.

Mais um texto daqueles, venais, poderosos e instigantes.

Indo por esse caminho super bem traçado Dona moça, está cada vez mais entrando num pequeno rol de craques de textos.
E sinto-me orgulhoso de estar participando desse nascimento de uma pessoa que lida com as palavras como Garrincha e Pelé lidavam com a bola.
Parabéns.
Beijos e aplausos.
Teo

Maria Paula Alvim disse...

duas coisas que eu ando meio farta: óculos e perfeição rsrs. Adoro a sua escrita, muito legal. Bjs

Fernand's disse...

Teo,
óculos faz parte do meu traje. Gosto muito. Obrigada pelo teu incentivo e carinho, meu amigo.

"Dona moça", minha mãe fala assim! rsrs






Maria Paula,
óculos eu não dispenso. Agora, perfeição eu tô fora! rsrs Obrigada pelo carinho.

Sentimental ♥ disse...

sem meus óculos não sou ninguém e muito menos sem os ósculos.
bjs

Fernand's disse...

Sentimental,
nem me fala em óculos... Tenho que mandar fazer os meus. Agora, os ósculos... Ah, tbm não consigo viver sem! É tão bom, né?! rsrs

Sentimental ♥ disse...

demais...

Júlia Petit disse...

Muito bom!!!!! Dei muita risada.
"Falo com a voz anasalada" foi ótimo.

Amo tua criatividade!
Saudade

Fernand's disse...

Sentimental,
vitais! rsrsrs





Jú,
as pessoas apredem a se virar! hahaha

Tbm tô!